Brega do Pará

Brega do Pará

Brega pop

Brega pop é um ritmo brasileiro, de origem paraense, refinado do brega. Tem a influência de ritmos regionais do Pará como o carimbó, guitarrada, siriá e marujada. A principal vertente do brega pop é o calypso (não calipso), conhecido no Pará como brega calypso. O ritmo se desevolveu sobretudo na cidade de Belém do Pará devido aos shows e bailes em casas noturnas de periferia e pela divulgação feita pelos vendedores ambulantes da produção dos pequenos músicos locais.

Apesar do nome, o calypso tem pouco vinculo com o calipso caribenho, já que a influência maior é a lambada, carimbó,guitarrada, merengue (que é caribenho), entre outros. Mas, como o próprio Chimbinha disse; …até uma pitada do calipso caribenho…, o estilo leva alguns elementos do calipso caribenho.1 O nome do grupo e estilo batizado por Joelma, deve-se mais ao uso constante do calipso nos estúdios do Pará na época, acrescentando assim o y.

História

Suas raízes são da década de 1980, mas o sucesso começou na década de 1990, principalmente em artistas como Tonny Brasil, Kim Marques, Adilson Ribeiro, Nilk Oliveira, Mário Senna, Alberto Moreno, Edílson Moreno, Wanderley Andrade,Nelsinho Rodrigues entre outros.2 O ritmo foi rapidamente se espalhando pelas regiões norte e nordeste do Brasil.

O nome "Brega Pop" foi uma criação dos radialistas Jorge Reis, Rosenildo Franco e Marquinho Pinheiro que notaram a diferença do brega surgido no Pará.3

Na década de 2000 com a vinda da banda Calypso e o surgimento de novos artistas como Daniel Galeno (filho de Bartô Galeno), Roberto Bessa, Dandão Viola e outros, o Brega Pop também se popularizou pelo Brasil.

Do brega pop veio o tecnobrega, surgido das periferias paraenses.

Fonte: Wikipédia